Aguçar as divergências em conflito e transformar as diferenças em resolução de problemas

Como evitar e reprimir os conflitos
janeiro 19, 2019
Técnicas de resolução e estímulo de conflitos
fevereiro 15, 2019

Aguçar as divergências em conflito e transformar as diferenças em resolução de problemas

O líder reconhece e aceita as divergências, procurando criar uma situação para a expressão aberta do conflito, para que possa ser trabalhado de forma correta e benéfica. Isso é vantajoso quando permite o esclarecimento e a aprendizagem.

Geralmente as pessoas não examinam as suas condutas nem os pontos de vista dos outros, ninguém se coloca no lugar do outro. Quando isso ocorre é porque foi alcançada a aprendizagem sobre a natureza do conflito e as possibilidades de resolução. Fica claro quais são os custos gerados pelo conflito em relação ao grupo e quais os benefícios pessoais e coletivos que podem ser alcançados com a solução dos mesmos.

Com o conflito esclarecido e resolvido podemos refletir sobre o desperdício de tempo e energia causado por este. Os custos podem ser psicológicos, causando insatisfações, constrangimentos, ansiedade e até mesmo financeiros.

O conflito consome muita energia das pessoas envolvidas podendo danificar sua eficácia futura.

Quando aguçamos as divergências é necessário saber antecipadamente quais as vantagens que esperamos alcançar e as consequências que podem resultar dessa postura. E quais providências serão tomadas para manter o conflito dentro de certos limites.

A maior preocupação será o que fazer, após a resolução do conflito, para fortalecer o relacionamento entre os indivíduos envolvidos no processo conflitivo.

Para transformar as diferenças em resolução de problemas, se for feita de maneira enriquecedora, em vez do certo ou errado, as situações conflitantes passarão a ser problemas que poderão ser resolvidos de forma cooperativa e criativa.

Os problemas só poderão ser vistos com todas as suas perspectivas, se os indivíduos envolvidos perceberem e unirem as forças para suprir suas diferenças.

Isso só tem a contribuir para lidar de forma construtiva com os sentimentos que acompanham as divergências, frustação, ressentimento e hostilidade.

Aceitando e colocando os sentimentos, o líder ajuda a evitar a repressão, evitando que estourem em ocasiões inoportunas, canalizando a energia gerada para atividades construtivas ao invés de ações destrutivas.

O conflito enfraquece e mina os que discordam dele, ao passo que a abordagem da resolução de problemas leva-o a aceitar pensamentos contrários à sua opinião como vantajosos e enriquecedores. Cabe a liderança e a empresa estimular essa noção.

Essa abordagem demanda mais tempo e habilidade especial do líder, dos membros do grupo e da organização. Essa habilidade precisa ser desenvolvida e sistematicamente praticada. A argumentação e a exploração de todos os pontos de vista precisa ser bem planejada, pois pode ocasionar um conflito maior e incontrolável.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Área do Cliente